Categoria:Tributos

Programa IRPF 2022: Veja como baixar!

O Programa IRPF 2022 é ótimo para ajudar os cidadãos na hora de fazer a declaração. Saiba como obter o Programa Imposto de Renda 2022 que foi desenvolvido justamente para te ajudar.

Na hora de declarar o imposto de renda é normal que as pessoas fiquem com dúvidas. Com o intuito de auxiliar essas pessoas nesse momento, foi que a Receita Federal criou esse programa, ele é gratuito e pode ser baixado a qualquer momento.

Quem ainda não baixou o programa vai poder conferir aqui onde ter acesso ao recurso. Fica muito mais fácil usar esse serviço na hora de declarar o imposto de renda, do que fazer sem intermédio dele, o que ficaria muito mais difícil.

Com o auxílio do programa fica bem mais fácil fazer a declaração. Fazer a declaração de forma correta é importantíssimo, pois faz com que você evite problemas com a malha fina. Aproveite também para consultar a Tabela IRPF 2022!

 

Baixar Programa Imposto de Renda 2022

Todos os anos, inúmeros brasileiros entram na obrigatoriedade de declarar o imposto de renda, por isso que anualmente muitos deles procuram por ferramentas para facilitar essa declaração.

Há quem prefira pagar para algum profissional da área fazer a declaração, mas caso você não queira ter gastos com isso e caso queira aprender o procedimento certo a ser feito, não se preocupe, com o programa você vai conseguir.

Não sabe como baixar programa Imposto de renda 2022? O procedimento para obter o mesmo está descrito abaixo, veja como funciona:

Site da Receita Federal

O programa para preenchimento e envio da declaração do imposto de renda não tem nenhum custo para ser utilizado, portanto, você pode fazer esse procedimento sempre que necessitar dele.

APP Declarar Imposto de Renda 2022

Se você está dentro da obrigatoriedade de declarar imposto renda 2022 não deixe de usar o programa para facilitar esse procedimento. Mas também está disponível o recurso de declaração através do tablet ou smartphone.

Esse recurso é novo e já tem muitas pessoas utilizando. Se você prefere fazer a declaração do imposto utilizando os seus dispositivos móveis, confira as dicas:

  • Todos os anos o programa é atualizado, portanto, é importante que você use a versão atualizada.

O programa para preenchimento e envio da declaração do imposto de renda não tem nenhum custo para ser utilizado, portanto, você pode fazer esse procedimento sempre que necessitar dele.

APP Declarar Imposto de Renda 2022

Se você está dentro da obrigatoriedade de declarar imposto renda 2022 não deixe de usar o programa para facilitar esse procedimento. Mas também está disponível o recurso de declaração através do tablet ou smartphone.

Esse recurso é novo e já tem muitas pessoas utilizando. Se você prefere fazer a declaração do imposto utilizando os seus dispositivos móveis, confira as dicas:

  • Baixo o APP IRPF no tablet ou smartphone;
  • APP disponível na loja do Google Play ou Apple Store.

Para os demais sistemas operacionais ainda não tem APP.  Para Android e iOS ele é gratuito.

O importante é que você consiga declarar dentro do prazo, mesmo por que isso evita problemas sérios. Portanto, use a melhor ferramenta para te auxiliar nesse momento, as tecnologias estão disponíveis justamente para te ajudar.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO

Saiba a diferença entre Imposto de Renda Pessoa Física e Jurídica

Todos os anos donos de empresas necessitam declarar Imposto de Renda (IR) para a Receita Federal. Os prazos são diferentes para pessoa física (PF) e pessoa jurídica (PJ), mas um não isenta o outro. Mesmo sendo empresário o CPF deve declarar mais uma vez como pessoa física seus rendimentos. Mas os formulários contêm algumas diferenças.

Diferença entre Pessoa Física e Jurídica

Juridicamente os dois são diferentes e ao mesmo tempo semelhantes. Pessoa física (PF) possui CPF, seu número de cadastro único para a Receita Federal. Intransferível e imutável. Mesmo depois da morte o número continua valendo, apenas mudando o status para falecimento.

Pessoa jurídica funciona da mesma forma que uma PF. Enquanto o CPF vale para os cidadãos, o CNPJ é o número de inscrição da empresa (pessoa jurídica) ao nascer para a Receita Federal. O número é intransferível. São pessoas jurídicas as empresas com um ou mais sócios, do tipo LTDA ou S.A. (sociedade aberta) e portadores de MEI (Microempreendedor Individual).

A abertura de um CNPJ deixa a empresa regularizada para funcionamento. Com o número é permitido a compra de bens para empresas, financiamentos e empréstimos específicos com juros diferenciados, emissão de nota fiscal e outros benefícios. Claro, também há as responsabilidades como pagamentos de impostos devidos à sua prestação de serviço, contratação de empregados, dentre outros.

Qual a diferença entre Imposto de Renda Pessoa Física e Jurídica?

Ambas as declarações podem ser feitas por pessoas ou empresários. Contudo, um contador seria o profissional mais qualificado para elaborar a declaração e evitar a malha fina 2022. Algumas diferenças entre o IR de PF e PJ são:

  • Prazos diferentes – Tanto pessoa jurídica como física devem declarar o IR. A primeira diferenciação para os dois é o prazo: começa primeiro com as empresas no primeiro trimestre do ano e só depois começam as declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2017.
  • Imposto na fonte – Alguns dos impostos para pessoa jurídica são retidos diretamente na fonte e não precisam mais serem declarados. Neste caso, no ato de preencher o formulário eletrônico não há mais o que ser recolhido ou pago, então não necessita estar no formulário da Receita Federal. O tipo de imposto a ser escolhido desta forma depende da prestação de serviços da empresa.
  • Deduções diferenciadas – As deduções também são diferenciadas. Gastos com saúde e cursos para os funcionários não entram nas deduções, apenas na declaração de pessoa jurídica. Contudo, todas as compras para a empresa que não sejam retidas na fonte entram, inclusive de outras empresas.
  • Alíquotas diferenciadas – As alíquotas são recolhidas de forma diferente também. Para a PJ o imposto é cobrado sobre as diferentes formas de lucro: simples, presumido, real e arbitrado. O recolhimento varia de 6 a 15% sobre o lucro real de acordo com os rendimentos da empresa. Quanto maior for o lucro anual, maior será o recolhimento, ficando em no máximo 15%. Para aumentar o valor do recolhimento é preciso ultrapassar a base de R$ 20 mil em ganhos mensais.

Os tipos de empresa variam no recolhimento também. O Microempreendedor individual paga menos imposto que as pessoas jurídicas de sociedade aberta. A lógica é bem simples: se há maior quantidade de funcionários e ganhos, com certeza pagará mais.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO